Descomplicando a crase

Este é um daqueles assuntos que tiram a paz de qualquer falante da Língua Portuguesa. E mesmo os mais seguros – em algum momento da vida – fez aquela velha reflexão: “será que devo utilizar a crase aqui?”

Meu objetivo é descomplicar e vou dividir o post em duas partes: 1ª quando você NÃO DEVE utilizar a crase e a 2ª Quando você DEVE utilizar e mais algumas observações. Vamos lá?

A crase ocorre quando precisamos unir duas vogais iguais, neste caso o A. E quem indica a duplicação é o acento grave ` : à

Por ser formada pela união da PREPOSIÇÃO “a” mais o artigo “a”, a crase aparecerá principalmente antes de palavras femininas.

> Uma dica para saber se existe crase é substituir a palavra feminina por uma masculina.

Vou à festa => Vou ao encontro.
Se nessa troca, aparecer “ao”, significa que existe crase, pois você perceberá que o artigo feminino (a) foi substituído pelo masculino (o).

Quando NUNCA utilizar?

  • Antes de palavras masculinas: Eu me referi ao filme.
  • Antes de verbos: Não estou disposta a falar.
  • Entre palavras repetidas (dia a dia): Ela está aprendendo dia a dia.
  • Antes de artigos indefinido(um, umas, uns, umas): Ela foi a uma festa semana passada.
  • Antes de numeral cardinal (exceto quando indicar hora): O conteúdo foi explicado a três alunas desatentas.

crase post2

Quando utilizar?

1. Artigo feminino plural AS: Estas canetas são semelhantes às que me deste. (São semelhantes A algo. Semelhantes AS canetas que ..)

2. Pronome demonstrativo aquele (s), aquela (s), aquilo: Eu fui àquele monumento. (Quem vai, vai A. Foi A + Aquele monumento)

3. Pronome relativo a qual (s): A cidade à qual nos referimos fica longe. (Quem se refere, se refere A algo. Referimos A cidade. Cidade A qual ficava longe)

4. Antes de locuções prepositivas, adverbiais e conjuntivas: às vezes, à tarde, à noite, à toa, à esquerda, à noite

Estas são expressões já prontas. Veja os exemplos:

Ex1: Eu vou estudar à noite. > Neste caso , à noite refere-se ao horário que você estuda.

Ex2: A tarde esta linda.  > Aqui tenho o substantivo TARDE, não me refiro ao horário.

5. Antes das horas: às 12h

Pode ou não ocorrer

> Antes de nomes de cidades, lugares, países, etc. Quer saber um truque?

Se você puder empregar a combinação “da” antes da palavra, é sinal de que ela aceita o artigo A e, consequentemente, a crase.

Se você empregar apenas a preposição “de”, é sinal de que não aceita.

Vim da capital. (aceita)
Vim de Pernambuco. (não aceita)
Vim da França. (aceita)
Vim de Portugal. (não aceita)

 

Descomplicou? Se tive alguma outra dúvida ou sugestão, deixe nos comentários! 🙂

2 Responses

    • Arytania
      Arytania

      Oi, Alexandre!
      Então, um outro segredo no estudo da crase é saber que estamos sempre trabalhando com preposição. Se a gente substituir a preposição A por outra ( neste caso:ATÉ), sua dúvida ficaria: de + as 11h até (que também é preposição) as 13h. Consegue perceber a necessidade da preposição?
      O correto é: das 11 às 13h 🙂

      Responder

Gostou? Deixe um comentário!